Nota oficial do Conif sobre o programa Future-se

Entre os dias 31 de julho e 01 de agosto estive em Brasília, para a 2ª reunião extraordinária do Conif. Junto com reitores e representantes de todas as instituições que compõem a Rede Federal, foi possível discutir e ampliar o conhecimento sobre o programa Future-se, apresentado pelo Ministério da Educação – MEC, no mês de julho.

Em conjunto, publicamos uma nota que foi aprovada durante o encontro, e em que todas as instituições da Rede Federal apresentaram pontos reflexivos.

Abaixo, deixo a nota oficial para que todos tenham acesso, assim como também o link para a página oficial do Conif: http://bit.ly/conif_future-se.

NOTA OFICIAL SOBRE O PROGRAMA FUTURE-SE

O Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif) externa sua preocupação com o anúncio, pelo Ministério da Educação (MEC), do programa Future-se, e torna públicos pontos reflexivos sobre essa ação governamental.

Abstraindo seu mérito, a raiz conceptiva da proposta já traz um notório problema de método, que está expresso na inteira exclusão dos agentes públicos, dos corpos dirigentes e das representações coletivas institucionais do debate relativo à sua construção, em razão do que a notícia provocou espanto e surpresa em toda Rede.

Uma formulação de interesse público, que se dispõe inclusive a alterar leis em vigor e a afetar princípios consagrados, como preliminarmente se apresenta, precisa ser amplamente esmiuçada no plano coletivo, não sendo razoável aligeirar seu anúncio, em desfavor do debate.

Este Conselho também entende que nenhuma ação de futuro deve preceder o ato de sanar a grave situação financeiro-orçamentária vivenciada pela Rede, cujo funcionamento se encontra seriamente ameaçado pelos bloqueios então processados. O viés temporal é primordial, pois como podemos cogitar políticas públicas estruturantes de futuro se o nosso tempo presente está comprometido e é inseguro e incerto? Arrumemos, primeiro, nosso tempo presente, dissipemos as inseguranças e as incertezas; e, em paralelo, cuidemos do tempo futuro, com planejamento, organização e nossa ampla participação.

A proposta ainda é incipiente e enseja diversas dúvidas, que precisam ser esclarecidas, e também depende de atos posteriores de regulamentação, o que sugere traços de indefinições e imprecisões. Além do que, note-se a superficialidade com que são tratados conceitos cruciais, como a autonomia da gestão institucional, aduzida no texto preliminar de forma difusa e ambígua, sombreada por organizações sociais e fundos de investimento, elementos estranhos ao nosso universo.

Reafirmamos nosso compromisso com a observância dos postulados consagrados no ordenamento jurídico vigente, cujo cerne é a garantia da educação pública, gratuita, qualificada e socialmente referenciada, como direito inalienável de todos os brasileiros e dever do Estado, o qual figura como vetor, provedor e mantenedor de sua estrutura e de seu funcionamento, conforme preceituam ainda fundamentos constitucionais.

Defendemos, nessa mesma linha, as políticas de inclusão da Rede Federal, que absorvem jovens e adultos em situação de risco social; e de interiorização, que contemplam a população pobre dos pontos remotos do Brasil, atualmente desalentadas e desesperançadas.

São parâmetros basilares desse ordenamento a lei 11.892/2008, que institui a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, e a lei 13.005/2014, que aprova o Plano Nacional de Educação, diplomas legais que orientam e regem tais postulados, e se construíram à luz de debates em planos coletivos, perante a sociedade organizada, a academia e o parlamento brasileiros.

Propomos, nessa lógica, a formação de uma mesa de diálogo com o Ministério da Educação, que trabalhe na perspectiva de garantir o papel da União como provedor do direito constitucional à educação, de buscar soluções para a natureza pública de seu financiamento e para consolidar a Rede Federal.

Vislumbrando, portanto, essa educação como um precioso bem de todos, reforçamos que toda ação ou política que lhe diz respeito precisa ser objeto de ampla discussão, desde as bases acadêmicas de nossos espaços, em interlocução com a sociedade organizada e os agentes públicos governamentais, até o parlamento, a quem caberá legislar sobre matéria de tamanho interesse para o futuro da educação em nosso país.

Brasília, 1 de agosto de 2019.

2ª Reunião Extraordinária do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif) em 2019

71ª SBPC – Campo Grande/MS

Pesquisa, tecnologia, inovação, CIÊNCIA! Durante os últimos dias participei das atividades da 71ª edição da SBPC – Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, que se estende até o dia 27 de julho, na cidade de Campo Grande (MS).

Pude também integrar as discussões realizadas entre a diretoria geral da SBPC e secretarias regionais. Pautas prioritárias e que reforçaram a importância de se fazer ciência em nosso país.

Por fim, para encerrar as atividades em Campo Grande, na noite desta quinta-feira (25.07), participei da cerimônia de posse dos novos diretores e secretários regionais, como também fui empossada como secretária-regional da SBPC Acre.

Reunião com gestores

Estar em um ranking nacional como uma das instituições com gestão administrativa mais eficiente do país é motivo de orgulho. Mas mais do que isso, é fazer parte de um Instituto que conta com mais de 760 servidores comprometidos, que acreditam na educação pública, científica e tecnológica.

Nesta sexta-feira (12.07), reuni minha equipe de gestores para agradecer o empenho ao longo dessa caminhada na instituição. O agradecimento se estendeu também a cada servidor do nosso Ifac, que tem desempenhado um trabalho de qualidade em nossos campi e unidades da Reitoria.

Obrigada e parabéns a todos nós!

Ifac é a 14ª instituição com gestão administrativa mais eficiente do Brasil

Trabalhar de forma planejada rende sempre bons frutos. E é desta maneira que temos atuando junto ao Ifac ao longo dos anos. Pautados pela transparência, eficiência e planejamento, temos executado projetos, ações e ampliado a nossa estrutura física e de pessoal, mas sempre com pensamento focado na educação de qualidade.

E este mês, o reconhecimento veio do Ministério da Economia. Através do 1º Raio-X da Administração Pública Federal Direta, Autárquica e Fundacional, recebemos a notícia de que somos a 14ª instituição federal com a gestão administrativa mais eficiente do país, num ranking que avaliou os 184 órgãos e entidades federais do país.

Receber este documento é motivo de muito orgulho para todos nós. É prova de que a nossa dedicação, competência, planejamento e eficiência tem contribuído para o avanço da nossa instituição, da nossa educação.

Clique aqui para ler a matéria e acessar o documento do ME na íntegra

Parceria Conif e Embrapa

Mais um passo importante para a Rede Federal e, principalmente, para o Ifac. Na manhã desta terça-feira (02.07), junto com os demais membros do Conif, participei da assinatura do termo de cooperação entre a Rede Federal e a Embrapa.

Um momento muito importante e que vai proporcionar a todas as unidades da Rede Federal boas ações envolvendo às áreas de ensino, pesquisa e extensão. Além disso, esta é também uma ação que vai contribuir para que possamos ampliar as atividades e projetos que temos desenvolvido em conjunto com a Embrapa Acre.

Acesse http://bit.ly/parceria_conif_embrapa e saiba mais sobre o termo de parceria assinado por nós!

Posse coletiva de servidores

Dia de posse é dia de alegria! E na última semana recebemos 14 novos servidores, que vão trabalhar conosco nos campi Cruzeiro do Sul, Rio Branco, Tarauacá, Xapuri, e também na sede da Reitoria.

Profissionais que foram aprovados no concurso público de 2016 e que estão chegando para contribuir com a educação científica e tecnológica no Acre.

Parabéns a todos os novos empossados. Sucesso na caminhada e que possamos estar sempre juntos em prol de uma educação pública, gratuita, de qualidade e para todos!

Para acessar a galeria de fotos, basta clicar aqui.

Comemoração 09 anos do Ifac

Começamos a segunda-feira (24.06) em comemoração, pois não é sempre que o Instituto Federal do Acre completa nove anos!

Um momento muito especial para festejar mais um ano, para rememorar as conquistas e perceber que o empenho de cada um de nós tem feito a diferença na formação histórica da nossa instituição.

Estamos prestes a completar um década de existência e com a certeza que temos dedicado todos os nossos esforços para uma educação pública de qualidade, inclusiva e para todos. Parabéns, Ifac, para pra nós que somos servidores, parabéns aos nossos alunos, ex-alunos, futuros alunos, e também a toda a comunidade que acredita na nossa instituição.

09 anos de Instituto Federal do Acre

 

Hoje é um dia muito especial para o nosso Ifac. Data em que completamos nove anos de vida, de história, de educação, ciência, tecnologia, integração. Um dia importante para reforçarmos ainda mais o nosso compromisso para com o ensino, a pesquisa, a extensão, com o Acre.

O dia 21 de junho é também um momento em que recordo as minhas vivências, experiências, meu dia a dia como docente, pesquisadora e reitora, pois estou na instituição desde o ano de 2010, quando tomei posse para ser professora da Rede Federal no campus de Sena Madureira.

Parabéns ao Ifac, a todos os nossos servidores, estudantes e a nossa comunidade. Somos nós, cada um de nós que, juntos, temos construído uma linda história para a nossa instituição.

Eleita secretária regional da SBPC Acre

Essa semana recebi uma notícia que me deixou muito feliz e grata. Fui eleita secretária regional da SBPC Acre. Pela primeira vez em nosso Estado estamos tendo a oportunidade de ampliar as discussões relacionadas à ciência, tecnologia e pesquisas científicas através de uma unidade da Sociedade Brasileira pelo Progresso da Ciência.

A nossa regional foi instituída em maio de 2018 e desde então temos trabalhado, em conjunto, com um grupo de profissionais que acredita na educação e que junto com ela podemos ampliar o processo de pesquisa.

Quero agradecer a confiança e apoio de cada pessoa que confiou a mim o voto para ser a primeira secretária regional da SBPC Acre. Nosso trabalho será pautado na divulgação do universo de pesquisa desenvolvido no Estado, como também em nossos pesquisadores. Juntos podemos ampliar cada vez mais esse mundo da ciência, tecnologia e inovação.